sexta-feira, 26 de maio de 2017

A RESSURREIÇÃO DE BAAL E ASHERAH

Um grupo (ainda pequeno) de judeus de Israel está resgatando e incorporando elementos da antiga religião ugarítica e cananeia em suas práticas diárias. Alegam – citando Dt 33,2 – que Javé é uma divindade não israelita e que por isso deve ser rejeitada.

O fenômeno do neopaganismo no Israel moderno é discutido na obra: “Canaanite Reconstructionism Among Contemporary Israeli Pagans”, escrito por Shai Feraro.

Sobre as origens midianitas de Javé, vale conferir “A origem de Javé” (Thomas Römer,  Paulus, 2016).

Leia mais aqui.



Jones F. Mendonça